Prior Geral: Promulgação do Ano do Carisma 2019

“Somos servos inúteis” (Lc 17,10)

O bom êxito da celebração do Ano da Santidade “Santos no amor” de 2018 levou-me a convocar para o ano de 2019 um ano dedicado à valorização e divulgação do nosso carisma de Agostinianos Descalços: “Felizes por servir ao Altíssimo em espírito de humildade”. Este carisma nos foi entregue pelo Papa Paulo V em sua bula Sacri Apostolatus Ministerio, como confirmação das nossas Constituições em maio de 1629. Essas palavras definem o nosso carisma, especificam nossa vocação e missão na Igreja e na sociedade de todos os tempos, então, também de hoje.

Refletindo sobre as palavras do Papa, logo vieram em mente as palavras de Jesus: “Quando tiverdes cumprido todas as ordens, dizei: ‘Somos servos inúteis’” (Lc 17,10). Querendo escolher uma expressão breve e estimulante, capaz de ficar na mente e no coração, fiel ao pensamento de Cristo e do Papa Paulo V, assim a sintetizei: “Felizes por servir ao Altíssimo em espírito de humildade”. Como não pensar aos cantos do Servo de YHWH em Isaías? Ou aos gestos de serviço de Jesus na última Ceia? Ou ao Hino de Filipenses 2, sobre o aniquilamento de Cristo, tão caro a Agostinho?

Numa cultura como a nossa que põe a pessoa ao centro de tudo, que idolatra o eu e a auto referência, que faz do elogio e da recompensa imediata o fim do agir humano, essas palavras de Jesus têm certamente um impacto chocante, porque vão contra a corrente. Contudo, essa conotação, à primeira vista negativa e profundamente oposta à cultura dominante, constitui a sua originalidade e a sua força: o Outro antes de mim, o outro mais do que eu. Trata-se de mudar o centro da nossa vida, o seu eixo mais importante. O núcleo da proposta cristã é, por si só, arrasador, no sentido literal da palavra, porque provoca uma reviravolta nos critérios humanos. As bem-aventuranças, na chave de leitura proposta pelo Papa Francisco na Gaudete et exsultate como essência da santidade, possuem e nunca perderão o seu fascínio, mesmo porque extremamente provocadoras e verdadeiras.

Em ocasião dos 420 anos da primeira profissão do voto de humildade, ocorrida no dia 10 de dezembro de 1599, o Ano do Carisma quer oferecer a nós Agostinianos Descalços, bem como aos leigos envolvidos em nossas paróquias e comunidades religiosas, uma ocasião para lembrar de uma dimensão que, no fundo, nos pertence e é essencial ao mundo e em particular aos jovens, aos quais gostaríamos de voltar a dedicar maior atenção. Estou convencido de que apresentar aos jovens o nosso carisma de Agostinianos Descalços é o maior gesto de caridade para os que estão em busca da própria identidade e da sua vocação na Igreja.

Roma, 31 de janeiro de 2019.

Fr. Doriano Ceteroni

Prior geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *